Intitulado de Pokemon GO!, é o novo jogo lançado pela Nintendo no ano de 2016. Este jogo vem fazendo muito sucesso, é brilhante a intenção dos criadores, mas ao mesmo tempo em que desperta nas pessoas a vontade de jogar, também desperta a idiotice, burrice, inocência, enfim.

O Jogo foi desenvolvido para smartphones, e foi lançado em Julho em alguns países, logo depois, no dia 3 de agosto desse mês após tanta angústia por parte dos fãs, o jogo foi lançado aqui no Brasil, basicamente, a intenção do jogo é fazer com que os fãs saiam de suas casas em jornadas Pokemon, simulando através da câmera e do GPS do celular, os pokemons selvagens aparecendo em diversos lugares, árvores, nas ruas, na privada, no bueiro e etc. É algo revolucionário, e caiu muito no agrado dos fãs, por ser um lançamento, muitas coisas ainda vão ser alteradas, teve vários erros de servidor, mas os gráficos e a jogabilidade são excelentes.
O Jogo é legal, e reviveu os fãs antigos, bacana, porém, tudo que envolve Pokemon sempre tem um defeito, e no caso desse jogo, o defeito é unicamente os seus jogadores.
O fato de fazer com que as pessoas joguem o jogo se baseando em uma jornada Pokemon é uma ideia que faz as pessoas saírem de casa, se socializarem, principalmente no Japão, que tem uma população relativamente tímida e fechada, porém, vamos lembrar um fato, Pokemon GO teve origem no Japão, um dos melhores países para se viver hoje em dia, então é lógico que as pessoas vão conseguir jogar o jogo na rua. mas e os países que não tem segurança? 
Não só aqui no Brasil, mas em diversos países incluindo o Japão, tiveram diversas ocorrências de violência, roubo e até morte, mas a questão é? será que a intenção dos criadores era essa? ao meu ver não, os criadores do jogo devem ter imaginado uma forma de socialização, mas uma forma em que as pessoas joguem em grupo em lugares como parques, playgrounds, e se forem jogar na rua. jogarem com segurança e sempre prestando atenção, mas é o que não acontece, as pessoas saem por ai jogando, e simplesmente esquecem justamente do que há ao redor, são atropeladas, e pior, são roubadas, e quando falamos do Brasil, jogar Pokemon GO! na rua é praticamente como se estivesse com uma placa "SR. BANDIDO, ME ROUBE!", e as pessoas continuam jogando sem noção alguma e continuam virando tema da mídia, há, a mídia...

#Mídia e Religião
Aqui no Brasil, a mídia tem um poder enorme junto com a religião, pra você ter ideia, a mídia consegue definir com antecedência os candidatos finalistas de uma eleição meses antes por conta de uma simples "pesquisa", é muito poder, e justamente, as pessoas que acabam sendo motivo de piada ou acidente por conta de Pokemon Go acabam indo para a mídia, e o pior, é que o jogo acaba saindo como o culpado, mas o jogo nem os criadores não tem culpa se as pessoas saem por aí igual uns retardados procurando Pokemons, e ainda, infelizmente, ao sair de casa e dar o primeiro passo já corremos risco de assalto e morte, e a falta de segurança acaba indo pra debaixo do tapete, jogar igual um retardado é uma coisa, e não ter segurança em uma pátria com impostos absurdos é outra, o estado tem a obrigação de nos dar segurança. Mas o pior é que a igreja, se aproveita dessa situação para praticar ainda mais o controle mental ao seus fiéis, Pokemon GO é do diabo!, é do demônio!, meu filho não vai jogar isso!, pode ter certeza que os filhos dos pastores que dizem isso devem jogar o jogo, e eles usam o poder religioso para manipular as pessoas, é óbvio, é lógico que Pokemon GO! não é do diabo ou algo assim, mas os acidentes ocorridos com as pessoas viram armas nas mãos da igreja, todos os dias nos jornais de TV aberta sensacionalistas vemos notícias como, "Pedestre estava jogando Pokemon e teve o celular roubado", quem vê a notícia na maioria das vezes por ser TV aberta são as pessoas alienadas, eu exagero mesmo, elas logo já pensam, "Olha, ele foi roubado e tava jogando o tal do Pokemon", a planta do mal já foi plantada aqui, Mídia + Religião.
Se você vai a igreja, por favor, não se sinta ofendido com o que eu disse, mas todos sabemos que o poder religioso no Brasil é forte, prédios gigantes, programas de televisão, então você sabe do que eu estou falando, Pokemon GO! é um simples jogo, não podemos deixar a tecnologia nos dominar, ou vão continuar acontecendo os acidentes, as pessoas que se viciam no jogo e esquecem da vida tem a culpa e assumem a responsabilidade por seus atos e não o jogo, mas não pense que só por conta dessas pessoas, o jogo é algo do diabo ou capeta, primeiramente, o brasileiro sempre procura um dos 2 para jogar a responsabilidade, deus e o diabo, nunca o próprio ser, o erro já esta aqui... 

2 comentários:

  1. É incrível como as igrejas podem cultivar ignorância nas pessoas... Eu realmente fico triste ao ver quantas pessoas são "capturadas" por estes dogmas...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir